LSD VISUAL

b00005nmwb_02_lzzzzzzz

Bom Dia Macacada!!!

Hoje queria falar sobre “O Magico de Oz”, isso .. aquele filme maluco dos anos em que o guaraná nem existia, muito menos a rolha!!! Bom, acho que o mundo inteiro ja tinha visto esse filme.. e quando eu contei para uma amiga que nunca tinha visto.. ela me olhou com aquela cara de filme de terror e disse “COMOOOOOOO NAOOOOOO, vamos ver agora”, e sacou nada mais nada menos que o dvd do filme.. então tá.. vamos la ver!!!
A historia.. Dorothy com medo de perder o seu amado cachorrinho Totó, foge de sua casa no Kansas. Durante essa escapada, ela acaba encontrando um falso vidente, que lhe diz que sua tia Em está sofrendo com a sua falta, o que faz Dorothy prontamente voltar correndo para seu lar. Quando chega, um furacão arrasta a casa de Dorothy, com ela dentro, para um mundo de fantasia, com duendes, bruxas e muita magia, conhecido como Oz. Determinada a voltar para casa, a Bruxa Boa do Norte lhe explica que quem pode lhe ajudar a retornar para Kansas é um grande mágico, que vive no final da trilha de tijolos amarelos. No caminho, ela conhece três grandes amigos a quem o mágico também pode ajudar: o Espantalho, que quer um cérebro; o Homem de Lata, que quer um coração; e o Leão, que quer apenas coragem para ser um verdadeiro rei. O problema é que, na aterrisagem da casa em Oz, Dorothy acabou matando a irmã de uma bruxa muito malvada, que está sedenta por vingança.

No parte tecnica , não há como não se deslumbrar com o óbvio: em um mundo preto-e-branco e triste pela Guerra, nada como a cor e a alegria para a todos animar. Do exato momento em que Dorothy atravessa a porta de sua casa recém-aterrisada em Oz até o momento final, cada cor parece ter sido milimetricamente pensada para significar algo dentro da maluquisse que é essa obra. É impressionante como uma técnica tão nova tenha sido usada de maneira tão eficiente pela arte e pela fotografia . A inspiração teatral é óbvia, mas ao invés de ficarmos incomodados com aquele mundo tão falso, ele se torna extremamente real pela competência com que tudo é realizado. Simplesmente um dos melhores filmes já feitos e o perfeito exemplo de que uma fita infantil não precisa ser criança para se divertir.

Sua mensagem universal conseguiu transpor até o ultra-amadurecimento dos jovens de hoje, sobre o amor à terra natal e à valorização da família, mesmo que no mundo real as coisas estejam bem diferentes.

Porem, vendo esta obra de arte hoje, fica claro que naquela epoca apesar de não existir guaraná, o LSD (ácido lisérgico dietilamida – Alucinógeno) ja existia e em grande proporção, vendo o filme por outro lado é uma obra repleta de mensagens sublimininares , desde as musicas repetititvas , que por sinal eu estou com elas ate agora cantarolando com meu eu lirico , até as cores, os personagens!! primeiro, aquele cachorro esquisito todo mulambento.. a cena de dorothy caindo no meio dos porcos..a tia dela completamente alucinada no meio do furaçao.. e depois da primeira dose de LSD, Dorothy ja começa a ter as alucinações.. a cena em que o furação puxa a casa é um fato claro de que ela ta viajando na maionese.. tudo rodando e ela cantando.. pior que ouvir ilariê voltando o disco na vitrola.. muito mais do mal. Tudo bem.. depois da primeira dose.. a segunda ja deixa o mundo colorido.. quando ela chega naquele lugar com a Bruxa do bem.. e aqueles anões esquisitos, ou crianças imitando anões que mais pareciam os Irmãos da Maisa do SBT..completamente alucinados , com cara de mau, querendo na verdade devorar Dorothy… a partir dai , Dorothy, agora mais drogada que Christiane F. parte em busca do Magico.. no caminho encontra um espantalho completamente retardado, arvores que falam e jogam maças, um homem de lata enferrujado e um leao japones com cara de mongol.. e a apartir dai , os Hits parecem um disco riscado, sao repetitivos e eles seguem dançando os passinhos de musicas dos anos 90, e pela estrava amarela seguem ate chegar no Magico.. O Magico de Oz não passa de um diabo verde, completamente idiota e megalomaniaco.. na verdade ele que controla a distribuição de LSD pra galera cair na farra… e ai blz.. Dorothy descobre que batendo os seus sapatos.. volta pra casa, só no sapatinho!! Então se vc quer viajar, e ainda não viu esse filme.. é diversao garantida!!!

boa Quarta

Marcelo

4 comentários sobre “LSD VISUAL

  1. Eeeeeeeeeeeeeeeeeee!!! Pura emocao esse filme!!! Essa sua amiga, sabe dos filmes bons, hein!!!
    Meu, tinha uns LSD embutido e ninguem me avisou??? hahahhaahhaha…

    As musicas desse filme sao D+!
    Amo todas… mas pra quem quiser o sing along song, ai vao algumas…

    Ding-dong the witch is dead
    Which old witch? The wicked witch
    Ding-dong the wicked witch is dead
    Wake up you sleepyhead
    Rub your eyes, get out of bed

    essa tbm eh boa… eh aquela parte q vc citou dos duendes’ Maysa! ahehaha…

    We represent the Lollipop Guild
    The Lollipop Guild, the Lollipop Guild
    And in the name of the Lollipop Guild
    We wish to welcome you to Munchkin Land

    e claro sem esquecer da famosa…

    Follow the yellow brick road, follow the yellow brick road
    Follow, folllow, follow, follow, follow the yellow-brick road
    Follow the yellow-brick, follow the yellow-brick
    Follow the yellow-brick road

    You’re off to see the Wizard, the Wonderful Wizard of Oz
    You’ll find he is a Whiz of a Wiz if ever a Wiz there was
    If ever, oh ever, a Wiz there was the Wizard of Oz is one because
    Because, because, because, because, because
    Because of the wonderful things he does
    You’re off the see the wizard, the Wonderful Wizard of Oz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s